Google+

Os Segredos da Nota de 1 Dólar

Os Segredos da Nota de 1 Dólar

Na cédula de 1 dólar estão incrustadas imagens misteriosas e símbolos milenares. "Um emblema se destaca: uma pirâmide incompleta com o Olho Onividente da Providência no alto". Mas, porque eles lá estão e o que significam? "O destino secreto dos EUA está oculto nestes símbolos. É uma civilização sem fé em Deus". Teorias conspiratórias atestam que estas imagens elaboradas fazem parte de uma trama política e religiosa que remonta o nascimento da civilização americana, e envolveu não somente seus fundadores, como também um de seus presidentes mais reverenciados, Franklin Rosswelt, e bem no seio desta trama estão os maçons. Quais serão os segredos da cédula de 1 dólar?

A Pirâmide com o Terceiro Olho no topo é um dos principais símbolos maçônicos e dos Illuminatis pois representa a Hierarquia das Classes Sociais.
A ponta ou Olho, representa os Illuminati (Iluminados, donos do conhecimento, do dinheiro e do poder).
MDCCLXXVI – Numeral 1776 – Indica o Ano da Independência dos EUA.
A Águia é Símbolo dos Estados Unidos da América.
As listras verticais no Escudo representam as cores da Bandeira dos EUA.


A moeda mais conhecida mundialmente carrega diversos símbolos, a maioria desconhecidos pelas pessoas. A nota de um dólar é composta por ícones que representam conceitos como a guerra, a paz, o Congresso e as 13 colônias iniciais dos Estados Unidos.
Esse mistério na simbologia habita fontes de discussão há muito tempo. Há evidências que conectam seu design à história de fundação do país. Há também quem acredite que tudo ali tem referência direta à maçonaria, a sociedade secreta da qual fizeram parte 14 dos 44 presidentes americanos. Entre eles, Thomas Jefferson, que integrou o comitê que aprovou, em 1872, o grande selo nacional, que se encontra no lado esquerdo da cédula.
A pirâmide é um dos símbolos mais interessantes, que é um elemento maçônico. Seu significado conhecido é que a data da base, 1776 em algarismos romanos, representa o ano da independência dos EUA. A construção é formada por 13 degraus, referenciando as 13 colônias. E o topo não está terminado para simbolizar que o Estado está em constante construção.
A frase em latim “Novus ordo seclorum”, que pode ser traduzida como “A nova ordem dos séculos”, é algo bem mítico. Supostamente pode ser conferida aos Illuminati, uma organização secreta que muitos acreditam controlar o rumo da história.
A águia careca, típica da América do Norte, é o animal símbolo do país. Em sua garra esquerda estão 13 folhas de oliva, indicando o desejo pela paz. Em contrapartida, na outra garra há 13 flechas. Assim, a mensagem é clara: o país está pronto para uma guerra se for necessário. Ainda na ilustração da ave, a asa direita tem 32 penas, que citariam os 32 graus da maçonaria.
O número 13 é uma obsessão no design da moeda. Há 13 estrelas presentes, que juntas formam uma estrela de 6 pontas, outro símbolo maçom. O escudo tem 13 listras verticais (que representam o Congresso). E há dois lemas em latim com 13 letras: “Epluribus unum” (De todos, um) e “Annuit coeptis” (Deus tem colaborado com nossa empreitada), cujos O e E são fundidos em um único caractere.
Você já deve ter percebido a imensa quantidade de elementos maçônicos. Deixamos o último para você refletir sobre este mistério: assim como a pirâmide, o “olho que tudo vê”, no topo da moeda, significa que os maçons estão sempre sendo vigiados.


Obsessão pelo número 13 na nota de 1 dólar:

13 letras na frese em latim “ANNUIT COEPTIS
13 letras na frase “E PLURIBUS ANUM
13 camadas de tijolos na Pirâmide
13 estrelas acima da águia
13 plumas de penas em cada período de asa da Águia
13 barras verticais no escudo
13 folhas no ramo de oliveira
13 frutos
13 setas na garra da Águia

Há referência sobre:
13 colônias originais que deram origem aos EUA
13 signatários da Declaração da Independência
13 listras na bandeira americana

No rabo da Águia há 9 penas. 
O número 13 tem mais a ver com o Movimento Teosófico. Mas os maçons e os Illuminati também são ocultistas e seguem os mesmos princípios da Teosofia nos graus de iniciação.
O número 13 é o número da rebelião
Por isso que o número 13 é associado ao Lúcifer, o rebelde.
O número 13 também é usado em rituais satânicos.

No grupo dos discípulos de Jesus, Judas Iscariotes é sempre citado por último.
Contando Jesus como primeiro do grupo, Judas seria o 13º da lista, o discípulo do descontentamento e da rebelião.
Nada surpreendente, pois sabemos que os EUA nasceu de uma rebelião, em 1776, quando os Maçons proclamaram a independência das 13 colônias do domínio britânico.


As Frases Subliminares em Latim:

ANNUIT = INÍCIO/COMEÇO
COEPTIS = EMPRESA, DOMÍNIO, CONTROLE
E = DE
PLURIBUS = MUITOS
UNUM = UM/UMA

ANNUIT COEPTIS E PLURIBUS UNUM
Início do domínio de muitos povos em uma nação
ou
E PLURIBUS UNUM = Uma nação de muitos povos

NOVUS ORDO SECLORUM
Nova Ordem dos Séculos ou Uma nova ordem já começou

A frase ANNUIT COEPTIS significa
“Nossa empresa tem sido bem sucedida”.



Eu carrego na minha carteira uma nota de um dólar como amuleto de sorte, por acreditar que pode trazer sorte. Dinheiro nunca faltará na minha carteira, exceto que ela não esteja lá logo pense dinheiro atrai dinheiro.


                                  "Sorte Good Luck, Levando a Sorte até você"




Image and video hosting by TinyPicTrevo de 4 folhas plastificado e desidratado Uma folha para a riqueza, Uma folha para ter um amante fiel, E uma folha para trazer uma saúde gloriosa! Tudo isso em um Trevo de Quatro Folhas. Tenha um trevo de quatro folhas em sua carteira, próximo ao dinheiro ou ao cartão, diz a lenda que traz sorte nas suas finanças. Obs: Cultivo próprio, fazemos embalagens personalizadas Frete grátis (carta simples) Obs: Embalagem exclusiva!






03 unidades - R$9,99
10 unidades - R$27,00
100 unidades - R$250,00

12 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More